De que é feito um átomo?
16 Setembro, 2016
Porque existem anos bissextos (com 366 dias)?
3 Outubro, 2016

O que levar na Mala de Viagem?

Férias é sinónimo de dias livres para aproveitar da melhor forma, seja a descansar num areal branco nas Ilhas Canárias com a/o companheira/o, seja a divertir e aproveitar cada noite que Los Angeles nos dá com os amigos ou seja a aproveitar a casa de férias do Algarve para tomar partido de ambas as coisas. Independente de para onde vamos e com quem vamos, é certo que precisamos de uma mala com o essencial. Mas o que é o essencial? Neste artigo ajudamos-lhe a fazer a mala perfeita, sem que nada lhe falte, em poucos minutos.

Antes de começar a aventura de fazer a mala de viagem, é necessário passar por algumas etapas importantes:

  • Pesquisar pela temperatura e clima do destino

Não adianta escolher um agregado de conjuntos de roupa para diferentes climas “não vá São Pedro mudar de ideias” quando em pleno século XXI é possível saber a previsão do tempo até 10 dias.

  • Tipo de terreno do destino e o seu objetivo a lá ir

Se vai para um determinado destino com o objetivo de conhecer e andar quilómetros vai precisar certamente de um bom par de ténis para percorrer tudo, mas se os caminhos são todos em terreno batido com deformidades se calhar os seus novos Nike Air Zoom Strong não são o ideal para estrear neste destino.

  • Planos de viagem

Se em nenhum dos dias programou jantar fora até porque as contas que fez não dá para tanto, não vale a pena levar aquele vestido que nunca estreou juntamente com o seu companheiro de salto alto que a acompanha nos importantes momentos da sua vida. Há que fazer uma seleção, e o desnecessário é somente isso, desnecessário.

Agora que sabemos para onde vamos e o que iremos fazer, sabemos também o que levar!

Antes de colocar tudo dentro da mala, há que escolher todo o conteúdo antes e logo depois inicia-se o processo de organizar tudo lá dentro. É importante focar-se em etapas em vez de fazer as coisas conforme se vai lembrado, isso vai acabar por um objeto essencial esquecido no local de partida e que lhe fará muita falta nos dias que tiver ausente.

Fazer uma lista do que precisa

Primeiro passo para obter a mala perfeita com tudo o que é necessário é, claro, fazer uma lista!

  • Necessaire

Comecemos pelos produtos de higiene. Para quem cujo destino consta fora do país e terá que usufruir de uma companhia aérea para lá chegar, depara-se agora com um problema. As companhias aéreas dão limites de líquidos por cada mala de mão. Os limites são que cada recipiente liquido não ultrapasse os 100ml e que o conjunto destes recipientes caiba num saco com zip de 20 por 20 cm.

Felizmente já alguns sítios pensaram nestas pessoas e por um valor simbólico de menos de 2€ dão a qualquer pessoa a possibilidade de adquirir embalagens feitas a pensar neste problema. A Primark é um desses sítios vendendo um pack de 4 embalagens cada uma com menos de 100ml de capacidade e duas caixinhas pequeninas. No saco cabe essas duas embalagens mais uma pasta de dentes e talvez mais uns dois cremes pequeninos de bisnaga e pouco mais. Por isso, é necessário fazer uma boa e sensata escolha do que colocar neste saquinho.

Se for para um local por um longo período de tempo e onde seja possível adquirir champô, pode optar por essa solução. Se assim for, poderá encher os pequenos recipientes com creme, e outros produtos que poderá eventualmente querer levar.

Para os que não terão estas limitações é preciso também pensar se é necessário levar aquela mascara de cabelo cujo bo ocupa demasiado espaço na mala para utilização que irá ter. Ou se vale a pena levar o gel de banho de 600ml que comprou em promoção no Pingo Doce.

  • Kit de Primeiros Socorros

Agora que o Necessaire está completo devemos começar a pensar em criar uma pequena bolsinha de Primeiros Socorros. Esta, claro, também vai depender do local para o qual irá viajar, se é um local seco cheio de mosquitos (o repelente deverá ser colocado no saquinho no caso de viagem para o estrangeiro), ou chuvoso com o clima mais frio do qual está habituado/a. E, claro, também irá depender do organismo de cada um e doenças associadas. Mas para precaver, talvez seja melhor levar aquele comprimido milagroso que cura qualquer dor de cabeça ou inicio de constipação, não vá o Diabo tecê-las. E aquele creme que cura tudo e o seu amigo desinfetante, caso um corte inesperado surja.

  • Aparelhos Eletrónicos

Vamos então pensar nos aparelhos e instrumentos eletrónicos que vamos precisar de levar. Telemóvel, tablet, computador, máquina fotográfica, são tudo opções válidas. Mas será mesmo essencial levar o computador para a única semana de férias onde poderá realmente focar-se no que gosta? É peso em quilogramas e em trabalho para a sua cabeça. Talvez esteja na altura de se abstrair de vez do mundo do trabalho e do mundo social e tirar um tempo para si e para com quem escolheu ir viajar.

Além dos aparelhos é necessário os carregadores dos aparelhos e, claro, o cartão com mais GB de sua casa para o encher de recordações das suas férias.

Adaptadores! Talvez para grande parte dos destinos não seja necessário, mas para alguns é importante não nos esquecermos deles. No caso de apenas haver um adaptador mas haver todo o um conjunto de aparelhos possíveis de precisar de carregar ao mesmo tempo, pode levar uma extensão ou uma tripla.

  • Roupa

Agora sim começa a Saga: escolher a roupa propícia ao tempo, ao local, à atividade e, claro, que combine e fique bem, para as fotografias das férias. Independentemente do destino, a roupa tem que ser cómoda e versátil para conseguir combinar de diferentes formas com outras peças e fazer mais do que um look. A quantidade de roupa é influenciada pelas condições futuras que irá ter no seu destino, se tem máquina de lavar a roupa, se está disposta/o a lavar roupa nas férias, se faz calor e levar t-shirts a mais é uma hipótese. Mas é necessário pensar nas futuras condições e calcular muito bem o uso que cada peça terá. Não vale a pena carregar roupa que não dará uso.

Leve roupa que combine com diferentes peças, assim consegue visuais diferentes. Caso vá para um destino quente e toda a sua escolha de peças seja fresca, leve um casaquinho de malha só para o caso de numa noite fazer mais fresquinho.

Muita roupa interior nunca são de mais e não ocupam assim tanto espaço, mas há que ter alguma noção.

  • Sapatos

Esta peça é sem duvida a que ocupa mais espaço numa mala e é necessário pensar muito bem se levar 3 pares de sapatos é realmente importante. Levar ténis é mais que garantido e preciso, e caso vá para um destino balnear não pode faltar os chinelos. Mas sapatos de salto alto serão mesmo necessários? Esta é uma importante e difícil etapa de seleção, em grande parte para as mulheres, mas há que escolher.

  • Toalhas e lençóis

Estes são produtos que ocupam muito espaço assim como muito peso. Confirme se no seu destino futuro não terá a possibilidade de os adquirir ou utilizar emprestados. Se assim for, no máximo leve uma toalha de mão para eventualidades.

  • Mochilas e bolsinhas

Esta etapa, assim como tantas outras, vai depender mais uma vez do local para onde vai e o que vai lá fazer. Mas levar uma mochila pequenina pode ser a resposta geral para qualquer pergunta.

Agora que a lista está terminada há que por mãos à obra e preparar tudo para colocar na mala. A escolha da mala pode ser definida pelas restrições das companhias aéreas ou pelo caminho que faz até ao hotel. Se até chegar ao ponto onde irá deixar as suas malas e trazê-las é-lhe impossível levar uma mala de rodinhas a rola pelo chão, então talvez a melhor opção seja algo mais “malão” com asas.

Como organizar a Mala de Viagem?

Após pensar na melhor opção, é hora de enfiar tudo lá dentro, de forma organizada.

  • 1º Camada

Esta é a camada que fica por baixo de tudo e nela devemos optar por colocar as coisas mais rijas e menos delicadas como o calçado, toalhas de praia, necessaire, livros, etc.

  • 2º Camada

Esta é a camada que fica por cima, é a segunda e suposto ser a última! Nela ficam a roupa. Um truque que muito se fala para arrumar a roupa numa mala de viagem sem que esta termine o seu caminho amarrotada e ainda poupando imenso espaço e volume é o truque do enrola. Este truque consiste em enrolar peça por peça (ou seja, transforma-la num rolo) e coloca-los ao longo do perímetro disponível da mala. Verá que chegará ao seu destino com a roupa quase impecável.

  • Objetos importantes essenciais

Tudo o que seja importante e que possa vir a precisar, colocar numa bolsa de fora ou simplesmente “mais à mão”.

No caso de a viagem concretizar-se por um avião certifique-se que cumpri-o todos os requisitos pedidos e pese a mala quando esta tiver terminada. Leia o regulamente da sua companhia aérea (easyJet, Ryanair, Transavia ou outra) para não correr o risco de levar algo que lhe possam confiscar no aeroporto antes de chegar ao destino. Cuidado com as limas!

E por ultimo, mas não menos importante, desfrute das suas férias ao máximo!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *